quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Oscar trash de purê de tomate


A exumação de hoje é um filme sobre a Segunda Guerra Mundial que não tem muito tiroteio. O interessante de "The Skin" (1981), da Liliana Calvani, é mostrar as conseqüências de um conflito dessa magnitude para a população civil.
A produção, com Marcello Mastroianni, Claudia Cardinale e Burt Lancaster como protagonistas, se passa na Nápoles de 1944 depois dos nazistas serem expulsos da Itália pelos americanos. A população da cidade arrasada está numa pobreza tão desesperadora que a trama é uma sucessão de gente lutando para sobreviver, e isso inclui traição  entre parentes, um malandro local que quer vender obesos prisioneiros alemães para o exército americano (baseando o preço por quilo de prisioneiro!) e pais cafetinizando as próprias filhas. Para se ter uma idéia, os pivetes napolitanos deixam os nossos no  chinelo: tem uma cena em que eles depenam um tanque inteiro em uns 5 minutos!
Mas a cena que dá título ao post está logo abaixo (sem legendas infelizmente) e é a última do filme. Resumão rápido: em um cortejo do exército americano filmado para a posteridade um italiano imbecil fica com uma puta dor de cabeça quando um tanque dos Estados Unidos passa por cima dele e o transforma em patê. Os ianques desviam as câmeras e o general (Lancaster) manda seguir. O capitão italiano Malaparte (Mastroianni) fica pra trás, quando o capitão americano se desculpa e pede para Malaparte acompanhá-lo. Mas aí Mastroianni fala: "Pode ir, Jimmy. São vocês os vencedores.", enquanto contempla a gosma.
Grotesco!

Um comentário:

  1. Pô maneiro, quero ver agora. Vou ver se tem na Netmnovies...

    ResponderExcluir